quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

o clube dos 13 agoniza

O futebol não se transformou num joguinho de interesses de ontem pra hoje. Não é de agora que os interesses políticos e econômicos dos dirigentes conduzem o esporte no Brasil por caminhos tortuosos, o que sempre manteve nosso futebol estagnado em termos de organização e lucratividade para os clubes. Ao contrário do que deveria, quem enriquece e ascende politicamente são os dirigentes, que preservam uma estrutura amadora a fim de garantir a continuidade do coronelato futebolístico no poder.

Se a fundação do Clube dos 13, em 1987, aparentava ser um pontapé inicial no grito de independência dos clubes, a iminente dissolução desta entidade é uma declaração de incompetência e da inaptidão dos cartolas em gerir um processo de evolução administrativa,

Na Europa, as Ligas trabalham pelo bem dos clubes, alheias aos desmandos das confederações. E funciona! Organizar-se é vantajoso. Num extremo da cadeia de interesses, o torcedor se beneficia das conquistas obtidas por seus clubes, que passaram a lucrar com a magnitude de sua marca. Sob montanhas de dinheiro, a gestão profissionalizada dos europeus proporciona espetáculos esportivos que são vistos nos quatro cantos do planeta, em estádios maravilhosamente lotados.

Ao passo em que Corínthians, Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo formam uma dissidência pró Rede Globo e CBF, o Clube dos 13 será inevitavelmente implodido. Tudo em nome dos interesses de gente como Andrés Sanchez e Patrícia Amorim, herdeiros diretos de Eurico Miranda, mas que, ao contrário do tirano vascaíno, contam com o apoio incondicional das vozes predominantes na imprensa. Com os dirigentes desses clubes devidamente cooptados, a negociação por direitos televisivos pode transformar a programação futebolística numa grande bagunça. Ricardo Teixeira ri à toa, enquanto assiste o resto de resistência a seu poder desmedido desabar a seus pés, com a autenticidade de um exterminador do futuro.

A Rede Record está na briga, e oferece uma quantia superior a qualquer soma já vista no futebol brasileiro, o que vinha sendo negociado pelo Clube dos 13 – desde que ninguém se desfiliasse, como está acontecendo. Resta aguardar os próximos episódios desta novela, mas uma coisa é certa: não precisávamos disto.

2 comentários:

Ricardo Oliveira disse...

Quer fazer troca de links?, eu sou seu seguidor e voce meu seguidor

Responda no meu blog http://artigosdefutebol.blogspot.com/

diego disse...

eu achei o seu blog super legal
você gostaria de fazer parceria com o meu blog?
se aceitar me avisa
http://mengaohexa.blogspot.com

abraco!!!

Related Posts with Thumbnails